Publicado em 09 d Outubro d 2017

Festival comemora os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida

Durante a festa dos 300 anos será inaugurada da Cúpula Central do Santuário. A obra têm 34 metros de diâmetro, 109 metros de circunferência e 72 metros de altura.

Nossa Senhora Aparecida

A imagem milagrosa de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada no rio Paraíba do Sul no ano de 1717. Portanto, em 2017 o encontro da Imagem completa 300 anos. As comemorações dos “300 anos de Bênçãos” tiveram início no dia 12 de outubro de 2016 e para celebrar esse grandioso tricentenário, o Santuário Nacional de Aparecida (SP) promove uma programação especial de devoção e obras de fé.
Desde 2014, uma imagem fac-símile da Padroeira é enviada a diversas arqui (dioceses) e Missionários Redentoristas visitam as capitais do país, que estão recebendo a imagem peregrina, para recolher uma porção de terra que irá compor a coroa especial de Nossa Senhora Aparecida. Durante as comemorações dos 300 anos no Santuário Nacional, os devotos poderão participar de uma programação especial de shows em homenagem a Nossa Senhora Aparecida.
CANÇÕES MARIANAS
Nos dias 10 e 12 de outubro, a Mãe Aparecida será presenteada com canções marianas nas vozes de diversos padres cantores e grandes nomes da música nacional no Festival da Padroeira, em shows gratuitos na Tribuna Bento XVI. No dia 10 de outubro a apresentação será com os padres Fábio de Melo, Antonio Maria, Reginaldo Manzotti, Juarez, Omar, padre Zezinho, Joãozinho, Marcos e pe. Periquito.
No dia 12, o Festival da Padroeira reúne nomes como Daniel, Michel Teló, Fafá de Belém, Chitãozinho e Xororó, Alcione, Paula Fernandes, Renato Teixeira, Elba Ramalho, Preta Gil, Agnaldo Rayol, Joana e pe. Fábio de Melo, para fechar as festividades dos 300 anos da Mãe Aparecida com canções que emocionarão os devotos.

SELO COMEMORATIVO
Para marcar os eventos relacionados ao Jubileu, foi criado um selo comemorativo. Na sua composição, estão elementos que fazem referência à religiosidade brasileira: a cruz, recordando o centro de nossa fé; o barco, recordando a pesca milagrosa; e a Imagem da Senhora Aparecida. O primeiro material a receber o selo foi o livro “Aparecida”, do fotógrafo Fábio Colombini, que retrata as expressões de fé e a arte sacra no Santuário Nacional.

Deixe seu comentário

Para postar um comentário, você precisa de uma conta.
Faça login
ou
Registre-se

Enquete

  Você é contra ou a favor do comércio em praças públicas?

A FAVOR
CONTRA

Última Edição

  Digite seu email abaixo para receber mensagens periodicamente com nossas últimas noticias:


Notícias por Data

Jornal O Atibaiense © 2010

Rua Rio de Janeiro, 107 - Atibaia Jardim - Atibaia - SP - (11) 4413-0001