Publicado em 14 d Novembro d 2017

Comitê de Direitos Humanos da FAAT promove Semana da Consciência Negra

O evento reunirá palestras, exposição fotográfica, teatro, música e apresentação de Rap

Divulgação

A Semana da Consciência Negra da FAAT acontece de 18 a 22 de novembro e reunirá palestra, exposição fotográfica, teatro, musica e apresentação de Rap. O evento tem como objetivo valorizar e promover reflexão sobre a questão racial no Brasil.
Abrindo a semana, em 18 de novembro (sábado), a partir das 10h, no auditório do Campus Dom Pedro, Raphael Cruz, mestre em Relações Internacionais,professor da FAAT,pesquisador de políticas públicas emembrodo Comitê de Educação em Direitos Humanos,ministra a palestra “Consciência Negra e Direitos Humanos”.Segundo Cruz” dois temas de muita responsabilidade e de conexão mutua que precisam ser tratados”.
O evento contará com a participação do rapperGAV (Guiando Almas Vazias) acompanhado doDj Lobo. GAV começou a sua trajetória no rap em 2012 sob a influência de seu irmão mais velho e em 2014, lançou seu primeiro EP intitulado “Se Encontre”.É idealizador do projeto “A Rua Fala”, um coletivo que tem o objetivo de apresentar a cultura do Hip Hop aos moradores do bairro Jardim Rincão, onde ele reside, trazendo grupos ou Mc’s que estão em evidencia no Rap e o movimento Hip Hop em geral. Em fevereiro de 2017, foi finalista do Festival Sons da Rua, no qual dividiu o palco com artistas renomados, como: Emicida, Rael, Criolo e Marechal.
O grupo YléPedra Branca apresenta a peça “No Caminho das Águas”, que tem por objetivo enaltecer o líquido mais precioso que temos – “a água”.O grupo homenageia as mulheres.
De 18 a 28 de novembro, na Biblioteca João Pereira Dias, acontece a exposição Projeto Fotográfico “Paleta Negra”, desenvolvido pela fotógrafa Rosana Guimarães, que é participante do projeto “Na Quebrada” desenvolvido pelo CEPE. O projeto foi criado em fevereiro de 2017 e aborda o colorismo mostrando o empoderamento das mulheres negras de Atibaia e região em capas de revistas. Ao comentar sobrecolorismo Rosana explica que quanto mais retinta a pele mais racismo a pessoa passa. “No Brasil, a palavra negro para muitas pessoaséofensiva, pois, aqui culturalmente, socialmente e verbalmente ela está atrelada ao negativismo”, ressalta. A ideia do projeto é mostrar exatamente o oposto deste pensamento.
A Quarta Cultural especial da Semana da Consciência Negra (22), acontece das 21h às 21h20 e traz o cantor e compositor Kinho Nascimento (violão e voz) acompanhado de José Januário, na percussão. No repertório, clássicos da Música Popular Brasileira. Kinho é formado em canto pela Fundação das Artes de São Caetano e José Januário é professor de bateria e já tocou com grandes nomes, como o cantor Zé Ramalho.
Para Gilvan Elias Pereira, Diretor Acadêmico da FAAT, a Semana de Consciência Negra é muito importante para a Instituição e para a comunidade, pois esse tema atinge diretamente a sociedade. “Falar sobre a questão racial desperta nas pessoas a reflexão sobre a importância de se debater sobre esse assunto”, ressalta.
A Semana de Consciência Negra é promovida pelo Comitê de Direitos Humanos da FAAT. O Comitê tem por finalidade fomentar ações voltadas às questões de Direitos Humanos, sendo uma adesão ao pacto nacional de Educação em Direitos Humanos do Ministério da Educação (MEC).
O evento é gratuito e aberto ao público. Mais informações: www.faat.com.br ou (11) 4414 4140

Deixe seu comentário

Para postar um comentário, você precisa de uma conta.
Faça login
ou
Registre-se

Enquete

  Você é contra ou a favor do comércio em praças públicas?

A FAVOR
CONTRA

Última Edição

  Digite seu email abaixo para receber mensagens periodicamente com nossas últimas noticias:


Notícias por Data

Jornal O Atibaiense © 2010

Rua Rio de Janeiro, 107 - Atibaia Jardim - Atibaia - SP - (11) 4413-0001