Publicado em 11 d Agosto d 2017

Atibaia recebe curso do Programa “Alimente-se Bem”

O curso acontece nos dias 17 e 18 e 24 e 25 de agosto

Imagem ilustrativa

Alimentação saudável, nutritiva, balanceada, acessível e econômica. Educação alimentar que ajuda a controlar e prevenir hipertensão, colesterol, diabetes e obesidade. Economia doméstica, com preparos que otimizam a utilização de produtos. Capacitação profissional para o mercado de trabalho e, finalmente, mais qualidade de vida à população. Todos esses são ingredientes de uma receita de sucesso: o curso do Programa “Alimente-se bem”.
Nos dias 17 e 18 e 24 e 25 de agosto, a Prefeitura da Estância de Atibaia/Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi-SP), promove no município um curso educativo do Programa “Alimente-se Bem”.
Com aulas teóricas e práticas ministradas por nutricionistas do Sesi-SP, os alunos do curso receberão orientações sobre alimentação: saudável, nutritiva e balanceada, para controle e prevenção de doenças; e acessível e econômica, para aproveitamento dos alimentos em sua totalidade (cascas, raízes, folhas, etc), evitando o desperdício de produtos. O objetivo é oferecer capacitação profissional e estimular a economia doméstica e a prática de hábitos saudáveis, promovendo mais qualidade de vida.
Ao todo são 120 vagas, divididas em quatro turmas com no máximo 30 alunos. Os módulos têm carga horária total de quatro horas (das 9h30 às 11h30 e das 13h30 às 15h30). As aulas serão realizadas às quintas e sextas-feiras no Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional, localizado acima do Restaurante Popular (Rua Gonçalves Dias, nº 255, no Jardim Cerejeiras). Ao final do curso os alunos receberão certificados do SESI.
Ainda há vagas disponíveis para algumas turmas. Os interessados devem ter idade mínima de 18 anos e para a inscrição é necessária a apresentação de documentos como RG, CPF e comprovante de residência.
As inscrições para as vagas remanescentes devem ser realizadas presencialmente no Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional. O horário de atendimento é das 9h às 16h. Mais informações com Eduardo Miranda pelo telefone: (11) 4411-6426.
Parceria garante aproveitamento de alimentos
Vale lembrar que em junho deste ano a Prefeitura firmou uma parceria com um supermercado atacadista da cidade para aproveitamento, sem custos aos cofres públicos, de alimentos próprios para consumo, mas impróprios para venda.
Com o acordo firmado, diariamente a Prefeitura vem realizando a retirada dos alimentos selecionados pela equipe de prevenção de perdas e de nutricionistas do estabelecimento, e levando os produtos para a sede do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional.
Os alimentos disponibilizados são, em sua maioria, hortifrutigranjeiros, sempre frescos, de qualidade e em bom estado de conservação. Os produtos são destinados pela Prefeitura às Organizações da Sociedade Civil – OSC que mantêm parceria com o Poder Público para prestação de serviços e para atendimentos sociais, com prioridade às entidades parceiras que prestam serviços de alta complexidade no município.
Após a distribuição dos alimentos conforme a demanda das entidades (o Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional mantém um cadastro com as necessidades de cada instituição), também são destinados produtos a pessoas atendidas pelos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS e Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS do município que se enquadrem nos seguintes critérios: renda líquida por morador de até R$ 117,00 (há avaliação da renda total da família que reside na mesma residência e são subtraídas as despesas fixas essenciais, como água, luz, gás, aluguel, etc) e são priorizados os grupos familiares que possuem membros com deficiência, crianças, adolescentes até 14 anos e idosos.
O objetivo da iniciativa é levar uma maior oferta de alimentos às entidades, proporcionando aos seus atendidos refeições saudáveis, nutritivas, diversificadas e saborosas, de forma gratuita. O processo está aberto à participação de novos interessados no município, que devem procurar a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social para a formalização de uma nova parceria.
Segunda a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Magali Basile, a Segurança Alimentar é uma política pública nova, que serve de base para diversas políticas públicas, pois previne doenças, proporciona melhor qualidade de vida, supre necessidades básicas do ser humano e colabora para que as famílias conheçam novas formas de se alimentar, de maneiras mais saudáveis.

Deixe seu comentário

Para postar um comentário, você precisa de uma conta.
Faça login
ou
Registre-se

Enquete

  Você é contra ou a favor do comércio em praças públicas?

A FAVOR
CONTRA

Última Edição

  Digite seu email abaixo para receber mensagens periodicamente com nossas últimas noticias:


Notícias por Data

Jornal O Atibaiense © 2010

Rua Rio de Janeiro, 107 - Atibaia Jardim - Atibaia - SP - (11) 4413-0001